0
0
0
s2sdefault

 

 

Publicado em: 17/03/20

Fotos: Bruno Concha/Secom

 

Para evitar a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) iniciou, nesta terça-feira (17), as ações de higienização dos transportes públicos de Salvador. Com um sabão especial, máscara, óculos e fardamento específico para proteção, as equipes de limpeza vão higienizar, pelo menos duas vezes ao dia, os 2,3 mil ônibus que circulam na capital baiana.

O titular da pasta, Fábio Mota, alerta que, além das medidas de higienização dos ônibus quando chegam aos grandes terminais e finais de linha, serão colados nos ônibus adesivos e panfletos com informações sobre transmissão, sintomas e formas de se proteger contra o Covid-19.

“Sabemos que o transporte público é um meio propício à transmissão do vírus, então essas medidas são essenciais para evitar a proliferação da doença. Além de trabalharmos intensificando a higienização, precisamos que a população nos ajude abraçando essa ideia e tomando todas as medidas de prevenção necessárias”, alertou Mota.

Outras medidas consistem na limitação de pessoas transportadas no Elevador Lacerda, com redução do número de 18 para 11 passageiros por cabine. No Plano Inclinado Liberdade/Calçada, o transporte por cabine será reduzido de 25 para 15 passageiros. Já em relação aos ônibus com o ar-condicionado, o titular da Semob explica que não há a necessidade de desligar o ar, já que o sistema é completamente renovável.

Trabalhando há quase três décadas como motorista de ônibus, Adailton Ferreira Nascimento, 58 anos, contou que o assunto do momento no transporte público é novo vírus. Para ele, a medida de prevenção é necessária e deve ser aderida por todos. “Antes mesmo de ser passada a instrução, passei a trazer meu álcool em gel e seguir todo o passo a passo de prevenção divulgado nos jornais. Além disso, passei a orientar os passageiros, principalmente os idosos”.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault