0
0
0
s2sdefault

 

Publicado em: 30/03/2022

 

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) vem realizando operação de alcoolemia com os motoristas de ônibus. As ações são efetuadas, semanalmente, em estações de transbordo e terminais de bairro. Neles, são abordados tanto motoristas de ônibus convencionais, quanto do Sistema de Transporte Complementar (Stec), os “amarelinhos”.

 

De acordo com o titular da Semob, Fabrizzio Muller, as abordagens têm o objetivo de evitar que os motoristas conduzam os veículos, após o consumo de bebidas alcoólicas. “A combinação de bebida e direção é uma das principais causas de acidentes graves no trânsito. Quem transporta tantas vidas pela cidade não pode, em nenhuma hipótese, dirigir sob efeito do álcool”, afirmou.

 

O chefe do setor de fiscalização do Stec, Esdras Reis, explica como os testes de bafômetro são realizados. “Nós convidamos os operadores a fazer o teste. Eles podem se recusar. Neste caso, são enquadrados pelo artigo 165-b do Código de Trânsito Brasileiro e têm sua habilitação retida. Dando positivo, da mesma forma, ocorre o recolhimento da habilitação e a substituição por outro condutor. Até agora, não tivemos nenhum flagrante e nenhuma recusa”, informou.  

 

Motorista da linha Lapa x Nordeste de Amaralina, Rafael dos Santos, de 57 anos, participou de uma das abordagens, ocorrida na Estação da Lapa. Ele lembrou que o álcool causa prejuízos na visão, na audição, no controle emocional e no equilíbrio, o que pode trazer riscos para si e para os passageiros. “É feio e grave demais para um profissional do trânsito ser flagrado nesse tipo de infração", concluiu.

 

0
0
0
s2sdefault